Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Bancada evangélica propõe lei para impedir casamento gay em igrejas evangélicas

Categoria: Brasil |  Domingo, 08 de Maio  |  353 visualizações |  4 comentários
 


Bancada evangélica propõe lei para impedir casamento gay em igrejas evangélicas
Após o STF reconhecer a união estável entre pessoas do mesmo sexo, a bancada evangélica quer incluir na legislação um dispositivo para impedir que igrejas sejam obrigadas a celebrar cerimônias de casamento entre homossexuais. Para integrantes do movimento LGBT, a medida visa a tirar o foco da discussão sobre os direitos civis dos homossexuais.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO), diz que a proposta visa a evitar constrangimentos para a religião. Ele afirma que a intenção é evitar a existência de decisão judicial que obrigue a realização de cerimônia. “Seria bom tornar isso explícito para evitar que algum juiz preconceituoso, atendendo a alguma demanda específica, possa dar uma sentença impondo uma ação dessa a alguma igreja.”

Campos afirmou que em Goiânia houve uma decisão liminar obrigando uma igreja evangélica a realizar casamento de pessoas que não seguiam a igreja e isso poderia acontecer também no caso de homossexuais. A frente presidida por Campos conta com 76 deputados e 3 senadores.
“Desespero.” O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), homossexual, diz que a proposta quer desviar o foco da discussão sobre os direitos civis. “Isso é desespero para jogar a opinião pública contra o direito civil. O direito é público, a fé é privada. Nenhum homossexual quer casar em igreja”, reiterou.

Wyllyse defende a aprovação de uma proposta de emenda constitucional para garantir o direito dos homossexuais ao casamento civil. Com isso, ressalta o parlamentar, as pessoas não precisariam mais recorrer à Justiça para ter direitos como de pensão, hereditariedade, tributários, entre outros.

A bancada evangélica quer esperar o detalhe da decisão do STF para saber a sua abrangência. Evangélico, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirma que é preciso ver qual a extensão do reconhecimento feito pelo Supremo para daí entender quais direitos foram estendidos.

Uma das dúvidas é se a adoção de crianças está ou não no âmbito da decisão. “Ainda tem muito oba-oba. Temos de conhecer o detalhe da decisão, é isso que vai nortear a ação do Congresso. Houve a decisão política do Supremo, mas precisa ver a natureza jurídica disso. O julgamento sequer acabou.”

Fonte: Gospel Prime 

sexta-feira, 13 de maio de 2011

1 JOÃO 4



Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.
Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;
E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.
Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.
Do mundo são, por isso falam do mundo, e o mundo os ouve.
Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro.
Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.
Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.
Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.
Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros.
Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor.
Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito.
E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo.
Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus.
E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.
Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.
No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor.
Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.
Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?
E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

O Verbo da vida

O Verbo da Vida

João Cap 1


1
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
2
Ele estava no princípio com Deus.
3
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
4
Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
5
E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
6
Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
7
Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.
8
Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz.
9
Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
10
Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11
Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;
13
Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
14
E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.
15
João testificou dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.
16
E todos nós recebemos também da sua plenitude, e graça por graça.


segunda-feira, 9 de maio de 2011

Ex Pai de Santo se rende ao poder de Deus

Fui pai de santo  e tivemos terreiros de umbanda por 20 anos,andei em muitos terreiros de candomblé onde temos alguns amigos.
Eu não conhecia o verdadeiro Deus e o seu  poder transformador que pega o homem sem valor algum,o homem que acha que não tem mais  nada a perder e transforma de forma poderosa que todos quantos olharem vejam a diferença na sua vida.
Fui espirita por vários anos e não condeno quem seja pois todos nós temos livre arbitrio para escolher o que melhor nos convêm, apesar de a biblia deixar claro que os idolatras,os feiticeiros,os efeminados etc.não herdarão o reino dos céus.
As promessas que o senhor Deus fez na minha vida tem se cumprido uma a uma e hoje para honra e gloria do nosso Deus,fui ungido e consagrado a pastor e minha esposa que foi mãe de santo por 36 anos foi ungida e consagrada á missionaria.
Eu louvo á este Deus maravilhoso que é a minha alegria e minha vida.